sábado, 12 de janeiro de 2019

Düsseldorfer EG vence o DEL Winter Game 2019 na prorrogação

A quarta edição do Winter Game da Deutche Eishockey Liga foi realizada na tarde desse sábado em Colônia. O ReihnenergieSTADION recebeu 47 mil e 11 torcedores, 98% de ocupação nos assentos do estádio, para a batalha do Reno, o jogo a céu aberto foi a quarta edição do Winter Game e uma revanche da edição de 2005 realizada em Düsseldorf.
Foto dpa/Rolf Vennenbernd

De um lado o Kölner Haie fazia o jogo 39 da temporada ocupando o quinto lugar, do outro o Düsseldorfer EG fazia seu jogo 37 com a terceira melhor campanha da DEL em 2018-19. O jogo começou com um gol relâmpago do Düsseldorf, Philip Gogulla abriu o placar com 46 segundos de jogo, Gogulla também marcaria o segundo gol da partida já no segundo período fazendo 0 a 2 para os visitantes.
A reação do Haie veio no final do segundo período, Colby Genoway diminuiu a vantagem dos visitantes. O Kölner pressionou por todo o terceiro período, mas o gol saiu com pouco mais de 1 minuto por jogar, Felix Schütz empatou tudo em 2 a 2 mandando o jogo para a prorrogação.
Em 2015 o Düsseldorfer venceu por 3 a 2 na ESPRIT Arena, a chance do Kölner Haie devolver o placar e conseguir a revanche estava nos 5 minutos extras, porém não foi o que aconteceu. John Henrion fez o gol que deu a vitória para o Düsseldorfer, 2 a 3 no ReihnenergieSTADION após 62 minutos de um bom jogo e o Kölner Haie não conseguiu ir a forra.
O Düsseldorfer EG tem 71 pontos e ocupa o terceiro lugar, a equipe está na disputa do segundo lugar 4 pontos atrás do Red Bull München. Já o Kölner Haie está no quinto lugar tentando se manter entre os 6 melhores para conseguir uma vaga nas quartas de final diretamente.
A DEL tem como líder o Adler Mannheim, o time venceu 25 jogos dentro dos 60 minutos nas 38 partidas disputadas e não marcou pontos em apenas 6 jogos nessa temporada. Com 84 pontos tem uma boa vantagem de 9 pontos sobre o Red Bull München. A decepção da temporada é o Thomas Sabo Ice Tigers, depois de algumas temporada brigando na ponta e um vice-campeonato na última temporada o time de Nuremberg está em décimo primeiro 10 pontos atrás da zona de classificação para os playoffs.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Jogador do ano EHBR : Pavel Datsyuk


Pavel Datsyuk


Muitos jogadores poderiam vencer o o jogador do ano do EHBR em 2018 mas apenas um entrou para uma seleta categoria de vencedores que destou dos demais mesmo sem o titulo da Gagarin Cup esse ano. Com seu país quase não participando das Olimpiadas de inverno, e representando a Rússia sobre a bandeira olimpica, Pavel Datsyuk se tornou o primeiro atleta a ser campeão da Gagarin Cup, NHL, Olimpiadas e do Mundial.

No ano do centanário da NHL foi escolhido como um dos 100 melhores jogadores de todos os tempos da liga onde ganhou 2 Stanley Cups com o Detroit Red Wings. No SKA tem sido o principal jogador como capitão e mesmo com 40 anos tem um média excelente de pontuação na equipe de São Petesburgo.


Sua dedicação pelo pais é incansável e afirmou após ter ganhou o ouro Olimpico, que essa glória era maior de todas as premiações de sua ilustre carreira.



Flávio Fernandes

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Conhecendo a DEL parte 2: Sobre os times e curiosidades


Vamos a segunda parte da nossa introdução a Deutsche Eishockey Liga, a DEL. Caso não tenha lido, eu recomendo ler o texto anterior: Conhecendoa DEL parte 1: História, erros e acertos.
Para continuar, vamos falar dos times que atualmente estão na liga:

Os times
A DEL atualmente opera com 14 equipes espalhadas pela Alemanha, cada uma com diferentes origens e histórias. Dos 14 times atuais, apenas 6 disputaram todas as temporadas da DEL: Eisbären Berlin, Thomas Sabo Ice Tigers, Adler Mannheim, Kölner Haie, Augsburger Panther e Krefeld Pinguine. 


  • ·         O maior campeão da DEL é o Eisbären Berlin com 7 conquistas. O time de Berlin é o único representante da antiga Alemanha Oriental hoje na elite do hóquei alemão, nascido como Dynamo Berlin, o time virou Eisbären Berlin em 1992 para assumir uma nova identidade. Mesmo com o nome diferente, sua torcida é conhecida por se lembrar das origens em seus cantos, especialmente quando em uníssono todos cantam Ost Berlin, ou seja, Berlin Oriental.
  • ·         Mas para efeitos históricos, os times contam os títulos alemães desde os primeiros campeonatos, passando pela Oberliga da Alemanha Ocidental e a Bundesliga, além da DEL. O maior campeão alemão da história é o Berliner Schlittschuhclub com 20 títulos nacionais, atualmente a equipe disputa uma das Regionalliga, a quarta divisão do hóquei alemão.
  • ·         Um dos times que tem 8 títulos nacionais é o Düsseldorfer EG, fundado em 1935 atingiu o sucesso apenas nos anos 1960, foi sete vezes campeão da Bundesliga e uma vez campeão da DEL, em 1996.
  • ·          O outro time que tem 8 títulos é o Kölner Haie, time que foi fundado em 1972 e no final da década conseguiu seu primeiro título alemão, na DEL venceu em duas oportunidades: 1995 e 2002. A rivalidade entre Düsseldorfer e Kölner é conhecida como a rivalidade do Reno ou a batalha do Reno, nome dado porque as cidades de Düsseldorf e Colônia ficam a beira do rio Reno.
  • ·         Outro gigante notável do hóquei alemão é o Adler Mannheim, fundado em 1938 como Mannheimer ERC foi campeão da Bundesliga em 1980. Na era DEL a sorte mudou e o Adler Mannheim conseguiu vencer o campeonato 6 vezes, tendo um total de 7 títulos alemães, sendo seu último título conquistado em 2015.
  • ·         Três vezes campeão alemão é o EHC Red Bull München, campeão da DEL em 2016, 2017 e 2018. Nascido em 1998, chegou a quarta divisão em 2000, a terceira em 2003, a segunda em 2005 e finalmente a DEL em 2010, o time conseguiu um patrocínio da Red Bull em 2012, mas em 2013 a multinacional comprou a equipe e é sua proprietária até hoje.
  • ·         Outro notável time na história do hóquei alemão é o Krefeld Pinguine. Fundado em 1936, conquistou um título ainda na época da Oberliga da Alemanha Ocidental em 1952, voltaria a ser campeão apenas 51 anos depois quando venceu a DEL em 2003, sendo uma das grandes zebras da história da DEL. O Krefeld Pinguine tem duas grandes rivalidades na DEL atualmente: uma delas é o Straßenbahnderby, o derby do bonde, a rivalidade entre Krefeld Pinguine e Düsseldorfer EG, os times são de cidades literalmente vizinhas e o nome da rivalidade vem da época em que os times surgiram e o principal meio de ligação entre Düsseldorf e Krefeld era através dos bondes. A outra rivalidade do time é com o Kölner Haie, eles decidiram o título da Bundesliga em 1977 e depois da DEL em 2003, além disso estão dentro também da mesma região metropolitana, assim como o Düsseldorfer EG, e o confronto entre os times é chamado também de a batalha do Reno, ou a outra batalha do Reno.
  • ·         O time que completa a lista dos que já foram ao menos uma vez campeão é o ERC Ingolstadt. Fundado em 1964, conseguiu seu único título em 2014 após terminar a temporada regular em nono lugar, passar pelo wildcard e terminar o campeonato vencendo o Kölner Haie em 7 jogos.
  • ·         Se 7 times tem títulos, os outros 7 nunca foram campeões, ao menos não de uma liga tier 1. O Ausgburger Panther é o mais velho deles, na realidade o mais velho de toda Alemanha, fundado em 1878 seu melhor resultado foi o vice-campeonato em 2010.
  • ·         Outra equipe centenária notável é o Schwenninger Wild Wings, fundado em 1904 também nunca passou das quartas de final em qualquer liga. Sua história é de subidas e descidas, após passar muito tempo fora da primeira divisão voltou a DEL em 2013-14 após a saída do Hannover Scorpions. O Wild Wings tem uma rivalidade regional histórica com o Adler Mannhein.
  • ·         Fundado em 1943, o Straubing Tigers teve como melhor participação na DEL ou qualquer campeonato alemão as semifinais em 2012. Sua história na DEL começa em 2006-07, sendo o último time a ter sido promovido por méritos esportivos apenas, desde então está na liga e oscila entre posições intermediárias e inferiores.
  • ·         O Iserlohn Roosters nasceu em 1959 como EC Deilinghofen, passou por várias refundações por problemas de identidade, financeiros e localizações. Em 1986, como ECD Iserlohn atingiu seu melhor resultando chegando as semifinais da Bundesliga, depois de muitos outros problemas finalmente atingiu a DEL em 2001. O Iserlohn Roosters não teve grandes desempenhos na DEL, sua melhor campanha terminou nas quartas de final em 2008.
  • ·         Fundado em 1964 o Grizzlys Wolfsburg foi três vezes vice-campeão da DEL. Nascido como SEC Wolfsburg, passou por diversas administrações e nomes até que em 2015 virou Grizzlys Wolfsburg. Sua história é de altos e baixos, mas quando retornou a DEL em 2007 o viés de alta levou o time onde nunca havia ido antes, faltando agora o título apenas.
  • ·         Bremerhaven Fischtown Pinguins: o time foi fundado em 1975, nos anos 1980 chegou a terceira divisão, mas apenas em 2002 chegou a DEL2. O Fischtown Pinguins venceu a DEL2 em 2014, em 2016 foi chamado para entrar na DEL após a saída do Hamburg Freezers. Até agora o time jogou duas temporadas na liga de elite da Alemanha e em ambas chegou as quartas de final.
  • ·         O caçula da liga é o Thomas Sabo Ice Tigers, fundado em 1980 como o EHC Nürnberg 1980 e.V. por parte de membros do antigo SG Nürnberg após a falência desse time. Em 1994 foi um dos fundadores da DEL por conta de sua estabilidade financeira, no ano seguinte mudou seu nome e marca para Nürnberg Ice Tigers, passou por dificuldades financeiras e conseguiu um grande patrocínio, que largou o time em 2009. A liga interviu no time antes de uma falência e um grupo de investidores comprou a equipe, o grupo Thomas Sabo, famoso por sua rede de joalherias na Europa, colocou seu nome e desde então ele é o Thomas Sabo Ice Tigers. Sua melhor campanha foi o vice-campeonato em 2007, mas desde que o grupo Thomas Sabo comprou o time a meta de ser campeão parece sempre estar perto, mas nunca chega.
  • ·         Além dos 14 times atuais, esses times também já disputaram ao menos uma temporada da liga: BSC Preussen Berlin, Frankfurt Lions, Füsche Duisburg, Lausitzer Füsche, Hamburg Freezers, EC Hannover, Hanover Scorpions, Kassel Huskies, Kaufbeuer Adler, EV Landshut, Moskitos Essen, Munich Barons, EC Ratingen, Revierlöwen Oberhausen, Starbulls Rosenheim, SC Riessersse e Wölfe Freiburg.

Curiosidades sobre a DEL e o hóquei alemão
  • ·         A maior arena da DEL é a Lanxess Arena em Colônia. A casa do Kölner Haie tem 18 mil e 500 assentos mais alguns lugares para se ver em pé. A Lanxess Arena é a maior arena de hóquei no gelo fora da América do Norte e a décima oitava maior do mundo, em capacidade.
  • ·         O maior público em um jogo da DEL é de 51 mil 125 pessoas no Winter Game de 2015. O jogo entre Düsseldorfer EG e Kölner Haie foi disputado na ESPRIT Arena em Düsseldorf e até o presente momento (dezembro de 2018) é o segundo maior público em um jogo de hóquei de clubes disputado na Europa.
 
O Winter Game de 2015 disputado na ESPRIT Arena em Düsseldorf tem o recorde de público da liga (Foto: DPA)

  • ·         A maior goleada da DEL aconteceu no dia 24 de outubro de 1997, o Frankfurt Lions venceu o ESV Keufbeuren por 15-3.
  • ·         O maior pontuador da DEL é Daniel Kreutzer com 799 pontos, ele atuou entre 1996 e 2017 por Düsseldorfer EG, Revierlöwen Oberhausen e Kassel Huskies.
  • ·         Michael Wolf é o maior artilheiro da liga com 325 gols marcados, desde 2005 na DEL ele atualmente joga pelo Red Bull München.
  • ·         Dois times austríacos já foram campeões alemães: o Engelmann Wien em 1939 e o Wiener EG (antepassado do atual Vienna Capitals) em 1940, vale ressaltar que em 1938 a Áustria foi anexada politicamente à Alemanha por meio de um golpe militar.
  • ·         Em 1944 foram disputados dois campeonatos paralelos, um deles vencido pelo Berliner Schlittschuhclub e outro pelo Brandenburg Berlin, ambos são considerados campeões nacionais daquele ano.
  • ·         Em 1946 também foram disputados dois campeonatos nacionais, mas nenhum deles é reconhecido como oficial. Os campeões foram Berliner Schlittschuhclub e Krefelder EV (atual Krefeld Pinguine), mas esses títulos não são contabilizados pelos times ou a federação.
  • ·         A DDR-Oberliga, liga tier 1 da antiga Alemanha Oriental, teve apenas 3 campeões: SG Frankenhausen, Eissport/BSG Ostglas/ Chemie/ Dynamo Weißwasser (atualmente Lausitzer Füsche que disputa a DEL2), e o Dynamo Berlin (atualmente Eisbären Berlin).
  • ·         Ainda sobre a liga da Alemanha Oriental: entre 1949 e 1970 chegou a ter 12 times, mas a partir de 1970 virou um campeonato entre Dynamo Weißwasser e Dynamo Berlin até a incorporação e final da divisão alemã em 1990.
  • ·         O número 80 foi aposentado pela DEL em 2009 após a morte de Robert Müller. Müller era goleiro, foi campeão em 2003 pelo Krefeld Pinguine e 2007 pelo Alder Mannheim, ele faleceu em 21 de maio de 2009, pouco mais de um mês antes de completar 29 anos de idade, vítima de um câncer no cérebro.
  • ·         O recorde de shutouts por um goleiro na DEL é de Ian Gordon com 45. Ele atuou na DEL entre 2000 e 2013 por Schwenninger Wild Wings, Frankfurt Lions e ERC Ingolstadt.
  • ·         O goleiro com a menor média de gols nos 25 anos da DEL, tomando como base um número mínimo de 100 jogos disputados, é Dennis Endra com 1,5 gol sofrido por jogo. Endra joga de 2008 regularmente na liga, atualmente atua pelo Adler Mannheim.
  • ·         Mirko Lüdemann tem o recorde de partidas disputadas com 1197, ele atuou no Kölner Haie toda sua carreira e jogou na DEL de 1994 até 2013.
  • ·         O recorde de pontos em uma única temporada pertence a Robert Reichel que somou 101 pontos na temporada 1995-96. Reichel disputou 46 partidas naquela temporada terminando com uma média de 2,19 pontos por jogo.
  • ·         Também na temporada 1995-96 foram estabelecidos os recordes de gols e assistências em uma única temporada: Sergei Beresin marcou 49 gols pelo Kölner Haie e John Chabot deu 65 assistências pelo Preussen Devils.
  • ·         Jimmy Waite tem o recorde de shutouts em uma única temporada com 10. A marca foi estabelecida em 2003-04 atuando pelo ERC Ingolstadt
  • ·        A menor média de gols que um goleiro estabeleceu em uma única temporada é de 1,76 gol por partida. A marca foi estabelecida por Éric Fichaud em 2001-02 quando ele atuou pelo Krefeld Pinguine.
  • ·         O gol mais rápido da liga foi marcado por Andé Faust aos 5 segundos de jogo. Faust marcou o gol no dia 11 de setembro de 1998 jogando pelo Ausgburger Panther contra o Nürnberg Ice Tigers.
  • ·         Robert Vasiljevs detém o recorde de pontos em um jogo. No dia 15 de dezembro ele somou 8 pontos, 4 gols e 4 assistências, jogando pelo Frankfurt Lions.
  • ·         Peter Draisaitl estabeleceu a maior sequência de jogos seguidos marcando ao menos um ponto. Draisaitl pontou por 21 jogos seguidos na temporada 1994-95 jogando pelo Kölner Haie.
  • ·         A maior sequência de vitórias aconteceu entre 27 de novembro de 2001 e 18 de janeiro de 2002, nesse período o Adler Mannheim venceu 15 jogos consecutivos.
  • ·         Já a maior sequência de derrotas pertence ao Schwenninger Wild Wings, o time perdeu 18 partidas entre 3 de janeiro e 9 de março de 2003.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Conhecendo a DEL parte 1: História, erros e acertos


 A Deutche Eishockey Liga é hoje a organização que ocupa o topo do hóquei no gelo de clubes na Alemanha. O país foi um dos primeiros a ter um rinque de gelo no mundo, de fato foi na Alemanha onde inventaram o primeiro sistema de resfriamento artificial do gelo. Com essas condições tão favoráveis o hóquei no gelo chegou ao país ainda no século XIX e já no início do século XX as primeiras organizações nacionais do esporte surgiram no país.
O primeiro campeonato nacional foi disputado em 1912 e vencido pelo Berliner Schlittschuhclub. Esse primeiro formato perdurou até 1948 com a separação da Alemanha em Oriental e Ocidental, a partir daí foram criadas as duas Oberligas. A Oberliga da Alemanha Oriental perdurou até a incorporação do país a Alemanha Ocidental em 1990, já a versão Ocidental foi o campeonato principal do país até 1958. Em 1958 foi criada a Eishockey Bundesliga e a Oberliga virou a segunda divisão do hóquei no gelo, depois em 1973 o torneio virou a terceira divisão e continua a ter essa função até hoje.
A Bundesliga foi a principal divisão do hóquei no gelo alemão ocidental entre 1973 e 1994, mas muitos problemas por conta de irresponsabilidades e fraudes fiscais fizeram com que os clubes tomassem outro caminho nos anos 90. O governo estava mais rígido após a fusão da Alemanha Oriental e Ocidental, o lado Oriental estava quebrado financeiramente e o governo da Alemanha precisava de dinheiro em caixa. Os clubes decidiram tomar as rédeas e criar uma liga sem envolvimento da Federação de Hóquei no Gelo, com isso foi fundada a Deutsche Eishockey Liga, a DEL.
A diferença da DEL para as ligas anteriores é que primeiramente os clubes deixavam de ser simples clubes para virarem franquias, com isso muitos dos times mudaram seus nomes e identidades. A segunda grande diferença é que as já rígidas políticas fiscais e financeiras passaram a ser muito mais aplicadas com maior fiscalização, além de méritos esportivos os times precisam também de saúde financeira e estar em dia com seus débitos fiscais para serem credenciados a jogarem a DEL. A terceira exigência é ter uma arena compatível com os padrões exigidos pela liga. O quarto item obrigatório é ter um programa de formação de jogadores, o que é fundamental para o fomento do esporte no país. A última exigência é a compra da licença, hoje seu valor é algo em torno de 800 mil euros.
Os erros da DEL
Mesmo com todo rigor, muitos times passaram pela liga e nunca voltaram, alguns por questões esportivas apenas, mas alguns por problemas fiscais e financeiros. De fato, logo na fundação o primeiro problema na área financeira aconteceu com o Mad Dogs München, o time quebrou durante a primeira temporada em 1994-95. Isso levou a um escândalo porque o presidente da liga, Franz Hofherr, aprovou a entrada do Mad Dogs mesmo com óbvia situação desesperadora financeiramente, Hofherr era ex presidente do Mad Dogs. E para piorar a situação, Hofherr havia declinado a entrada do EC Hedos München, o campeão da temporada 1993-94 da Bundesliga e com aparente saúde financeira.

O Hannover Scorpions foi campeão em 2010 e ainda assim teve que fechar as portas por problemas financeiros (FotoVia: Der Spiegel)

Durante seus 25 anos 32 times jogaram a DEL, atualmente 14 deles fazem parte da liga. Os outros 18 ou sofreram rebaixamento, ou realocações, ou tiveram que encerrar atividades, ou perderam credenciamento, ou venderam suas licenças antes de algo pior acontecer. Esse último foi o caso de Landshut Cannibals e Starbulls Rosenheim, Landshut vendeu sua licença para o Munich Barons em 1999, o Barons foi realocado em 2002 e virou o Hamburg Freezers, que fechou as portas em 2016. Já o Starbulls Rosenheim vendeu sua licença para o Iserlohn Roosters em 2001.
Além desses times, outros três devem ser destacados: Munich Barons, Frankfurt Lions e Hannover Scorpions. Munich Barons chegou a DEL em 1999 e foi campeão de cara, mas em 2002 as contas apertaram e o grupo que era dono vendeu o time, que acabou indo para Hamburg. O Frankfurt Lions foi o primeiro time a subir da segunda divisão para a DEL, foi campeão em 2004 e faliu em 2010. Já o Hannover Scorpions, nome esse em homenagem a famosa banda de rock que surgiu na cidade de Hannover, conseguiu acesso a liga em 1997, o time alcançou o título em 2010 e perdeu sua licença em 2013.

Por conta de muitos problemas financeiros a DEL e a DEL2, a segunda divisão, decidiram fechar as portas para acesso direto a DEL em 2007. Desde então os times que alcançaram a liga de tier 1 foram por conta de um processo de substituição, a DEL decidiu operar sempre com 14 times e quando um time saía da liga, era substituído por outro após avaliação esportiva, técnica e financeira. Desde 2012 as ligas vêm conversando para reabrir essa porta, problemas com as arenas e financeiros foram alegados em 2012 e 2015, mas em 2018 a história mudou e a partir de 2020-21 o rebaixamento e promoção de forma direta acontecerão nas divisões de elite da Alemanha após 15 anos.

Os acertos da DEL
A DEL chega aos 25 anos com 14 times, sucesso financeiro e perspectivas de continuar a crescer. Em questões financeiras, a DEL é a segunda maior liga esportiva da Alemanha em lucro perdendo apenas para a Bundesliga do futebol, atualmente o hóquei no gelo disputa também esse segundo lugar como esporte mais popular na Alemanha com outros esportes como golfe, automobilismo, handebol e basquetebol.
O contrato que a liga assinou com a Telekom, a maior companhia de telecomunicações da União Europeia, permitiu que mais dinheiro entrasse no caixa dos times. Ao mesmo tempo as equipes enfrentam um novo desafio que outras ligas já passaram: atrair o público para as arenas mesmo com todos os jogos sendo transmitidos, o público médio caiu na última temporada mesmo com os lucros aumentando.
Outro fator importante desde a criação da DEL é o fato de que o hóquei alemão precisava dar um salto internacional. Nessa década a seleção conseguiu um quarto lugar no mundial de 2010 e uma prata olímpica em 2018, são historicamente dois dos melhores resultados da Alemanha nos torneios internacionais maiores. A DEL veio para também formar jogadores e hoje é uma preocupação dos times como uma óbvia saída econômica.
Com mais dinheiro e um programa melhor de formação de jogadores, os times alemães têm conseguido melhores resultados nos torneios continentais. Na Champions Hockey League eles têm figurado nos playoffs mais frequentemente e na atual temporada, 2018-19, um deles já está entre os quatro melhores. O crescimento do hóquei alemão talvez não seja tão rápido quanto muita gente gostaria, mas os resultados vão aparecendo.

Foto: Christof Koepsel/Bongarts/Getty Images
Nota: Essa foi a primeira parte da introdução a DEL, a segunda parte falará um pouco de cada time e terá algumas curiosidades sobre a liga e o hóquei na Alemanha.